Nós somos uma competição BRANCO.png

AGV DUO - COMPETIÇÃO DE DUPLAS

Agora o AGV CHALLENGE – DESAFIO, também acontecerá no Módulo COMPETIÇÂO EM DUPLAS – AGV DUO, em datas diferentes.

No AGV DUO 2022 é um protótipo – 15 duplas masculinas + 15 duplas femininas

Para isto acontecer de forma segura no 1º ano de competição, decidimos fazê-la inicialmente para apenas 15 duplas masculinas e 15 duplas femininas, no mês de julho (no período de férias escolares)  para que tenhamos a oportunidade de alojar os participantes em escolas públicas(barracas em locais fechados), usando sua estrutura de banheiros e área de alimentação. Será um evento cronometrado com tempo de corte.

"Esta história começou há alguns anos, quando peguei uma bike simples que usava para pequenos rolês, e sozinho, decidi encarar 450km de montanhas, para descobrir um novo caminho de Minas ao mar de Cabo Frio, e sempre off-road, pelos caminhos mais radicais possíveis, nascendo o desafio K450," 

"Desta forma, criei 3 trajetos de Desafios Radiciais (K450, Ibitipoca Extreme e Rota do Contrabando), que são eventos não competitivos de MTB onde o participante encontra todas as dificuldades peculiares à uma competição, mas, podendo parar para olhar pro lado,"

"Faltava algo mais extremo, mais desafiador, algo que pudesse fazer esta moçada do mountain bike balançar. Assim, resolvi juntar todos estes três percursos radicais, em um só - A GRANDE VOLTA - 900km entre estradas vicinais, trilhas e single tracks,"

o AGV DUO é um percurso longo, deslumbrante e épico, todo ele desenvolvido dentro da região Sudeste do Brasil (MG, RJ e SP), e passando por onde a História do Brasil Colônia e Império aconteceu. Trechos do café na Serra Fluminense, trechos da Estrada Real, trechos da Rota do Contrabando por onde o ouro era desviado e passando por trilhas originalmente abertas pelos índios e que ainda guardam as pegadas de antigos bandeirantes, tropeiros, e agora, bikers. Trilhas estas, que cortarão cadeias de montanhas como a Serra Fluminense, Serra de Ibitipoca, Serra Negra, Serra da Bocaina e a Serra do Mar,"


Time de 2 bikers

Todos os bikers devem entrar como uma equipe de duas pessoas. O conceito de equipe é necessário, porque todo o percurso foi desenvolvido em áreas muito remotas, e ter parceiros que estão sujeitos às regras da corrida para cuidar uns dos outros serve como uma função de segurança. Os corredores de uma equipe devem permanecer dentro de 2 minutos um do outro em todos os momentos durante a corrida ou enfrentam uma penalidade de uma hora caso isto não aconteça. Após uma terceira infração, a equipe é desclassificada. Espera-se que as equipes atinjam a linha de chegada no tempo máximo especificado, a dinâmica da equipe, portanto, é uma parte importante da corrida.

O percurso se inicia em Paraty(RJ) no Brasil e foi redesenhado apra o AGV DUO. A semana da corrida dura 9 dias e normalmente  ecobre cerca de 900 quilômetros. O percurso originalmente é uma corrida cidade a cidade, e terminando nas Rua das Pedras de Armação de Búzios. Este formato onde os pilotos passam cada dia em uma cidade diferente, cortadas em trilhas, singles tracks e esrtradas vicinais. É um formato diferente, quando o biker larga de Paraty e vai vencendo cidade a cidade até finalizar em Armação de Búzios.

Categorias e camiseta do líder
Em 2022 teremos apenas 2 categorias (feminino e masculino). Todos os pilotos visam vencer etapas, mas principalmente querer vencer em suas categorias. 

Qualquer biker que não conclua uma etapa dentro do tempo máximo da etapa pela primeira vez será classificado como cavaleiro com placa azul. Os bikers da placa azul terão o direito de continuar a corrida (eles podem começar na etapa seguinte), mas não serão classificados como finalistas oficiais da corrida. Se algum biker da placa amarela falhar pela segunda vez em terminar uma etapa dentro do tempo máximo da etapa ou falhar em iniciar uma etapa, ele ou ela não terá permissão para continuar a corrida.


Os bikers licenciados que perderem seus parceiros poderão continuar pilotando, mas sem influenciar o resultado da corrida. Eles são obrigados a pilotar com uma Jérsei específica. Os bikers com esta camisa não podem competir nas primeiras 30 equipes ou interferir na corrida ou em outras categorias. Qualquer biker ou equipe que aceite assistência mecânica ou qualquer outra ajuda do biker excluído será penalizado. Isso dará ao biker a oportunidade de terminar a corrida, seja não oficialmente, mas ainda assim fazer parte da experiência.

 

Apoio técnico e tático interno
É permitido - qualquer biekr, incluindo biker do mesmo patrocinador (mas não da mesma equipe de 2 pilotos) pode fornecer assistência técnica e equipamentos de sua própria bicicleta para apoiar outro biker. As equipes também podem formar alianças com outros pilotos e equipes, mesmo que não sejam do mesmo patrocinador.